top of page
  • jc.ne10.uol.com.br

ÔNIBUS: retirada dos COBRADORES é caminho sem volta.

ÔNIBUS: retirada dos COBRADORES é caminho sem volta. Mas GOVERNO DE PERNAMBUCO promete moralizar TRANSPORTE PÚBLICO


Secretaria de Mobilidade do Estado traça planos para moralizar o transporte público do Grande Recife, enquanto empresários alegam que apenas 8% dos passageiros usam dinheiro


Um caminho sem volta. Assim deve ser vista a retirada dos cobradores dos ônibus da Região Metropolitana do Recife. Os profissionais foram, definitivamente, substituídos pela tecnologia, que atualmente responde por 92% dos pagamentos de tarifa realizados no sistema de transporte público do Grande Recife.


Ou seja, apenas 8% dos 1,6 milhão de passageiros diários do sistema ainda pagam a passagem com dinheiro. Pelo menos é o que aponta a Urbana-PE, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco.


Diante dos números, o novo governo de Pernambuco já avisa: não há como se discutir um retorno dos cobradores aos ônibus.


“A decisão de retirar os cobradores foi da gestão anterior e, não, da atual. Mas, sob o ponto de vista da operação, não é o cobrador que vai oferecer maior segurança. Existe um processo de avanço tecnológico que precisa ser considerado e que é bom para todos porque reduz em muito a circulação de dinheiro nos coletivos. E o percentual de 92% dos passageiros usando o cartão eletrônico é um sinal claro de que o processo eletrônico é muito mais ágil e seguro. Vai na direção da redução de custos do sistema”, defende o secretário de Mobilidade e Infraestrutura de Pernambuco, Evandro Avelar.


Números oficiais apontam que os cobradores representam um custo de 15% no sistema. Atualmente, não existe mais nenhuma linha no Grande Recife operando com o profissional. Em dezembro de 2021 havia 18 linhas ainda com o profissional, mas isso não existe mais e os motoristas precisam lidar com a dupla função quando há passageiros pagando a tarifa com dinheiro.


AÇÕES PARA MORALIZAR O TRANSPORTE PÚBLICO

Evandro Avelar, entretanto, reconhece que o sistema de transporte público da RMR enfrenta muitas dificuldades que impactam na rotina dos motoristas e que serão enfrentadas pelo governo do Estado.


“O sistema hoje tem muitas dificuldades, de fato. A ausência de fiscalização e de controle sobre a operação levou a uma desordem operacional que assusta e que precisa ser combatida. Que gerou instabilidade e insegurança não só para os operadores, mas também para os passageiros. E que nós iremos combater. O governo está construindo alternativas a curto e médio prazo”, garante.


Entre as soluções, a promessa de ampliar o controle do sistema pelo órgão fiscalizador - o Grande Recife Consórcio de Transporte Metropolitano (CTM), que deverá ter um nome técnico, ligado à governadora Raquel Lyra, e que será validado em abril -, uma maior cobranças das empresas operadoras e, principalmente, o uso da força e da inteligência da segurança pública do Estado para inibir as invasões e surfs nos ônibus.


O QUE DIZ A URBANA-PE

Além de apresentar números que mostram que 92% dos passageiros embarcam com os cartões VEM e apenas 8% embarcam pagando em dinheiro, a Urbana-PE ressalta que registra uma média de apenas 4,79 passageiros pagantes em dinheiro por viagem.


E que a tendência de redução dos passageiros que embarcam com pagamento em dinheiro é acentuada. Na primeira quinzena de março de 2023 houve redução de 27% em comparação com o mesmo período de 2022.


Sobre a facilidade para recarga dos créditos eletrônicos, a entidade diz que conta com vários serviços:


- Posto de Atendimento VEM

- 75 máquinas de autoatendimento localizadas nos Terminais Integrados, Estações BRT, Posto de Atendimento VEM, shoppings e outros pontos estratégicos

- WhatsApp VEM - (81) 3320.2001 - pagamento via Pix

- Instagram (@cartaovem) e Facebook (/cartaovem)

- Site vemgranderecife.com.br

- Aplicativos Cittamobi, Recargapay e Ponto Certo VEM

- Mais de 4 mil pontos de venda parceiros descentralizados na RMR

- Equipes de venda do VEM em pontos estratégicos na RMR


E sobre a prática do ‘surf nos ônibus’, afirma que tem promovido campanhas e ações educativas sobre o perigo da prática, inclusive com ações de sensibilização em visitas a escolas para conscientizar jovens e seus familiares. Além de manter diálogo com a Secretaria de Defesa Social e com as prefeituras do Grande Recife.

Comentários


Posts em Destaques
Posts Recentes
Arquivos
Pesquise por Tags
Nenhum tag.
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
bottom of page