• Piauí Hoje

Ônibus voltam a circular em Teresina e terminais seguem fechados

Houve um aumento de 40% na frota de ônibus nesta segunda-feira (11)


A partir desta segunda-feira (11), a frota de ônibus que circula em Teresina aumentou em 40%, o que representa 200 ônibus a mais. De acordo com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS), houve uma reunião na sexta-feira (08) e ficou definido com os chefes de tráfego das empresas que operam o sistema de transporte público de Teresina, a determinação de um incremento da frota de ônibus do sistema público e um aumento da quantidade de ônibus em circulação a partir de hoje e no decorrer de toda a semana. “Durante a semana será feito acompanhamento, análise, estudo de demanda, reuniões entre a STRANS e os empresários dos Consórcios para verificar a necessidade de aumento da frota de ônibus por região, de maneira gradativa essa quantidade de ônibus poderá aumentar, de acordo com a demanda de passageiros, para atender aos usuários do transporte público”, destaca o gerente de Planejamento de Transporte Público da STRANS, Felipe Leal. Com o aumento de 40% na quantidade de ônibus em circulação, a distribuição de cada Consórcio que atende diferentes regiões na capital ficará da seguinte maneira:


Consórcio Teresina: 47 veículos (zona Sudeste)

Consórcio Poty: 42 veículos (zona Norte)

Consórcio Urbanus: 47 veículos (zona Leste)

Transcol: 64 (zona Sul)

Ainda de acordo com o gerente de Planejamento de Transporte Público, Felipe Leal, algumas linhas de ônibus que não estavam sendo utilizadas irão voltar com esse incremento na frota de ônibus do sistema público de Teresina, principalmente para atender aos usuários que precisam se locomover na cidade. Gratuidade dos Estudantes Na reunião realizada na última sexta-feira na STRANS, não foi discutido sobre as gratuidades dos estudantes, mas vale lembrar que os estudantes continuam a pagar o valor de R$1,35 na passagem, nada foi mudado até o momento. Terminais de Integração seguem fechados Nesse primeiro momento os terminais permanecerão fechados e o atendimento continuará sendo feito com percursos diretos entre os bairros e o Centro da cidade.

“O que se tem discutido nos últimos dias é a volta dos terminais de integração, esses distribuídos em todas as zonas da cidade, mas vale lembrar que a integração continua, a integração temporária, que é aquela em que o usuário se desloca em diferentes zonas da cidade pagando somente uma passagem no tempo máximo de 2 horas. Mas os estudos e projetos estão sendo elaborados para que o sistema de integração com os terminais volte a funcionar, contudo sem tempo definido para a sua volta”, esclarece o gerente de Planejamento de Transporte Público, Felipe Leal.

Posts em Destaques
Posts Recentes