© 2017 por Softbus Consultoria e Informática Ltda

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Instagram - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

Softbus - e-Social

02/05/2019

1/2
Please reload

Posts em Destaques

Angra dos Reis retoma programa ‘Passageiro Cidadão’ que concede desconto nas passagens de ônibus

Moradores cadastrados não pagarão aumento da tarifa, que acabou de ser reajustada; diferença a maior será subsidiado pela Prefeitura

 

ALEXANDRE PELEGI

 

A prefeitura de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, vai trazer de volta o Programa Passageiro Cidadão.

 

O programa existia desde 2011, mas acabou suspenso pela prefeitura em janeiro de 2017 como parte de um pacote de medidas anunciadas pela administração local diante da crise financeira.

 

O benefício na tarifa garantia um valor menor para o passageiro usual, morador da cidade, diferença que era custeada pela prefeitura.

 

Neste final de semana o prefeito Fernando Jordão anunciou que vai retomar o “Passageiro Cidadão”, mas “de forma gradual e responsável”.  O prefeito condicionou a retomada à capacidade da administração pública de suportar o impacto financeiro.

O anúncio do retorno do programa de benefícios acontece no momento em que a prefeitura acaba de conceder reajuste à tarifa de ônibus na cidade. Desde a zero hora deste domingo, dia 4 de novembro de 2018, as passagens tiveram reajuste médio de 11,97%. O último aumento foi concedido no final de 2016. Relembre: Tarifas de ônibus em Angra dos Reis ficam mais caras a partir de domingo, 4 

 

O reajuste foi concedido por meio do Decreto nº 11.109, assinado no dia 25 de outubro de 2018, que explicita a planilha de custos apresentada pela atual concessionária do transporte público local – Viação Senhor do Bonfim, contendo os gastos da empresa com diesel, salários, encargos, entre outros.

 

Para que o benefício do desconto na tarifa volte a valer, no entanto, o Poder Executivo enviou à Câmara Municipal, nesta segunda-feira, dia 5 de novembro de 2018, um projeto de lei que autoriza descontos entre R$ 0,35 e R$ 1,00 na tarifa dos ônibus para as pessoas cadastradas no programa. O desconto vale para todas as linhas do transporte público municipal.

 

Com a retomada, a estimativa é que cerca de 70 mil moradores de Angra, cadastrados no Passageiro Cidadão, não pagarão pelo reajuste da tarifa, que será subsidiado pela Prefeitura. Quem não tem o cartão do programa poderá fazer um novo cadastro.

 

FUNCIONAMENTO DO DESCONTO:

 

Com o reajuste da tarifa, os novos valores passaram a ser:

 

Tarifa A – Valor passou de R$ 3,25 para R$ 3,60

Linhas: Circular, Marinas, Vila Velha, Circular Via Trevo São Cristóvão

Tarifa B – Valor passou de R$ 3,90 para R$ 4,30

Linhas: Cantagalo, Caputera, Camorim, Monsuaba, Jacuecanga, Frade Micro, Serra D’Água, Areal, Banqueta, Japuíba, Belém, Japuíba Gamboa (Via Balneário), Nova Angra, Vila Nova, Campo Belo, Japuíba X Ponta Leste, Belém X Jacuecanga, Retiro, Div Mangaratiba, Ponta Leste, Parque Mambucaba, Frade

Tarifa C – Valor passou de R$ 5,10 para R$ 5,60

Linha: Expresso Parque Mambucaba

Com o uso do cartão “Passageiro Cidadão” a diferença a maior, após o reajuste, será assumida pela prefeitura como subsídio:

Tarifa A, desconto de R$ 0,35 – valor final R$ 3,25 (mesmo valor antes do aumento concedido)

Tarifa B, desconto de R$ 0,40 – valor final R$ 3,90 (mesmo valor antes do aumento concedido)

Tarifa C, desconto de R$ 0,50 – valor final R$ 5,10 (mesmo valor antes do aumento concedido)

 

BOLSA FAMÍLIA

Os beneficiários do programa federal Bolsa Família, que somam aproximadamente 10 mil pessoas em Angra dos Reis, e que possuem o cartão do Passageiro Cidadão, terão um desconto maior, no valor de R$ 1,00 sobre a tarifa após o reajuste.

 

Tanto os usuários do Bolsa Família, como aqueles do Passageiro Cidadão, terão direito a duas passagens por dia, com exceção de domingos e feriados.

 

A estimativa da Prefeitura de Angra dos Reis é de que o subsídio alcançará aproximadamente R$ 411 mil por mês, 25% a menos do que consumia o programa no modelo anterior.

 

O Programa Passageiro Cidadão depende agora da autorização da Câmara para voltar a funcionar. Assim que isso ocorrer, os descontos serão concedidos automaticamente nos cartões dos usuários do programa.

 

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Tags:

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Linkedin
Please reload

Siga-nos
Please reload

Pesquise por Tags