© 2017 por Softbus Consultoria e Informática Ltda

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Instagram - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

Softbus - e-Social

02/05/2019

1/2
Please reload

Posts em Destaques

Rodoviários entram em greve na Grande Vitória

Paralisação de parte da frota começou às 0h desta segunda-feira (3). Justiça determinou que 70% da frota circule nos horários de pico.

 

Os rodoviários começaram uma greve de ônibus na Grande Vitória nesta segunda-feira (3). Cerca de 650 mil pessoas são atendidas pelo transporte público na região todos os dias.

 

A categoria cobra um reajuste de 4% no salário e já rejeitou os 3% proposto pelos sindicato das empresas. Os rodoviários também pedem tíquete alimentação e melhorias no plano de saúde.

 

Transtornos

 

Mesmo com 70% da frota circulando no horário de pico, segundo o Sindirodoviários, moradores têm reclamado de ônibus lotados e atrasados no início da manhã desta segunda.

 

Há relatos de moradores que esperaram mais de uma hora para conseguir chegar ao Terminal de Vila Velha.

 

A doméstica Maria Aparecida de Jesus Santos, de 42 anos, mora em Nova Bethânia em Viana e costuma sair de casa às 6h e chegar no terminal às 6h20, mas nesta segunda ficou acordada desde as 4h para monitorar se os ônibus estavam passando. Ela conseguiu chegar no terminal só as 7h20.

 

Determinação

 

Após o anúncio da greve, a Justiça determinou que 70% dos ônibus rodem no horário de pico (6h às 9h e 17h às 20h), e 50% nos outros horários.

 

Em caso de descumprimento, o Sindicato dos Rodoviários está sujeito a pagar uma multa diária de R$ 200 mil.

 

O presidente do Sindicato dos Rodoviários do Estado, José Carlos Sales Cardoso, garantiu que estão cumprindo a determinação da Justiça de colocar 70% da frota nas ruas no horário de pico.

 

"A gente está cumprindo a liminar, está rodando 70%. O sindicato tem hoje diretores nas portas das empresas fazendo essa orientação para que a liminar cumpra. Todas as garagens tem um diretor do sindicato para cumprir", disse o presidente.

 

Apesar disso, o sindicato afirma que vai recorrer da decisão. "Nós pretendemos fazer um pedido para que essa decisão seja revista. Um percentual dessa grandeza inviabiliza o direito de greve do trabalhador", disse o advogado.

 

GVBus

 

Em nota, o GVBus, sindicato das empresas, disse que sempre esteve disposto a negociar com os trabalhadores. "Esperamos mais uma vez que o Sindirodoviários aja de bom senso e respeite a determinação judicial, e mais que isso, opere com 100% da frota", disse a nota.

 

Uma nova audiência de concilização está marcada para esta segunda-feira, às 14h.

 

Apoio

 

Com o objetivo de garantir a ordem do movimento, a Polícia Militar está nos terminais e nas garagens de ônibus. O secretário de Segurança Pública, Nylton Rodrigues, disse que a polícia vai acompanhar de perto o movimento.

 

“Desde às 4h de segunda-feira, o gabinete de gerenciamento de crise já está funcionando. Policiais militares a frente de todos os terminais, de todas as garagens, o serviço de inteligência monitorando todas as atividades, inclusive gravando imagens”, falou o secretário.

 

Para minimizar os efeitos da greve, a Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Estado do Espírito Santo (Ceturb/ES) afirmou que vai colocar uma frota reserva de 45 veículos.

 

“No pico, onde verificarmos maior demanda, essa frota será articulada. Vamos fazer que se cumpra os 70%. Isso quer dizer que todos os bairros terão atendimento”, disse o presidente da Ceturb, Alex Mariano.

 

Os terminais de Laranjeiras, na Serra, e o de Vila Velha, por terem maior concentração de passageiros, terão atenção redobrada.

 

Frota

 

A frota de ônibus da Grande Vitória é de 1.426 ônibus e 700 mil pessoas usam o transporte público na região.

Tags:

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Linkedin
Please reload

Siga-nos
Please reload

Pesquise por Tags