© 2017 por Softbus Consultoria e Informática Ltda

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Instagram - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

Softbus - e-Social

02/05/2019

1/2
Please reload

Posts em Destaques

Empresas de ônibus de Santa Maria querem acabar com a função de cobrador

Associação alega que o valor da tarifa dos coletivos poderia ser reduzido em 12%

 

A Associação dos Transportadores Urbanos de Santa Maria (ATU) está sugerindo a extinção da figura do cobrador de ônibus. Segundo o empresário Edmilson Gabardo, que faz parte da direção da ATU, caso a sugestão seja aceita, a tarifa de ônibus no município, que é de R$ 3,90, poderá ser reduzida. São seis empresas de ônibus na cidade onde, somente na função de cobrador, trabalham 350 pessoas. Segundo Gabardo, após cursos de qualificação, os cobradores poderão ficar aptos para ocupar outras funções dentro das empresas. "Existem muitos motoristas que já foram cobrador", destacou. Ele informou que R$ 0,40 dos R$ 3,90 são destinados para os salários dos cobradores, que recebem cerca de R$ 2.000, com todos os benefícios. "Sem os cobradores, a passagem poderia ser reduzida em até 12%." Neste caso, o motorista seria o responsável por receber o valor das passagens. 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Condutores de Veículos Rodoviários de Santa Maria (Sitracover), Rogério Santos da Costa, afirmou que não é a primeira vez que os empresários tentam terminar com a função de cobrador de ônibus no município. "Eles tentaram na administração do então prefeito Cezar Schirmer, mas não conseguiram seu objetivo", destacou. "Serão 350 desempregados que passarão necessidades junto com familiares, caso a ideia seja aprovada." Costa afirma que vai sugerir que ocorra uma isenção dos impostos para as seis empresas de ônibus, o que poderia reduzir os custos com combustíveis e outros insumos.

O secretário municipal de Mobilidade Urbana, João Ricardo Vargas, entretanto, afirmou que nenhum documento chegou na prefeitura sobre a sugestão da ATU. "Estamos, no momento, com nossos técnicos da prefeitura avaliando a revisão da tarifa de ônibus que foi solicitada pela associação", informou. Ele explica que qualquer outro pedido, como o da sugestão de terminar com a figura do cobrador, precisa primeiro passar pelo Conselho Municipal de Transportes (integrado por 17 entidades) e depois será enviado para o prefeito Jorge Pozzobom.  ​

Tags:

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Linkedin
Please reload

Siga-nos
Please reload

Pesquise por Tags