© 2017 por Softbus Consultoria e Informática Ltda

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Instagram - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

Softbus - e-Social

02/05/2019

1/2
Please reload

Posts em Destaques

Sindicato promete nova paralisação dos ônibus nesta quarta-feira em São Luís

Sindicato dos Rodoviários do Maranhão acusa a empresa São Benedito de estar há quatro meses com salários em atraso. As demais viações do sistema circularão normalmente

 

ALEXANDRE PELEGI

 

Por meio de uma nota de repúdio, divulgada ontem à tarde pelo Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, a entidade convocou nova paralisação para esta quarta-feira, 04 de dezembro de 2019, dos ônibus da São Benedito, empresa do consórcio Upaon-Açu, que opera as linhas semi-urbanas de São Luís.

 

Apesar da convocação, parte dos motoristas decidiu sair com os ônibus da garagem nesta manhã. Ainda não há informações sobre a extensão do protesto.

 

Como mostrou o Diário do Transporte nesta terça-feira, 03, um movimento liderado pelo Sindicato (STTREMA) paralisou parte do transporte coletivo da capital maranhense.

 

Relembre: Greve parcial de ônibus em São Luís (MA) afeta transporte coletivo

 

Apesar de uma liminar impedindo a paralisação, os motoristas e cobradores da empresa cruzaram os braços. A garagem amanheceu fechada, impedindo que os ônibus pudessem sair às ruas. A liminar determina que ao menos 70% da frota deve circular.

 

Na parte da tarde de ontem, o Sindicato repudiou a postura adotada pelos representantes da empresa São Benedito (Planeta), “que diante do movimento realizado esta manhã na porta da garagem, ao invés de tentarem viabilizar uma solução, no que se refere ao descumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho, resolveram recrutar profissionais não habilitados para a atividade, para substituirem motoristas e cobradores que se uniram ao Sindicato na paralisação”.

 

O STTREMA acusa a São Benedito de estar há quatro meses com salários dos trabalhadores em atraso, “isso sem falar do ticket que não vem sendo disponibilizado e do plano de saúde dos funcionários, que foi suspenso por falta de pagamento”, afirma a nota de repúdio.

 

Ao final, a entidade sindical apela à Prefeitura de São Luís, que suspenda o contrato da São Benedito e a expulse do sistema de transporte público. “O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão enfatiza que se nenhuma medida for adotada nas próximas horas, na manhã desta quarta-feira (04), a empresa será alvo novamente, de paralisação”, concluiu a nota.

 

Enquanto os trabalhadores protestavam, o SET – Sindicato das Empresas de Transporte de São Luís soltou também uma nota de repúdio diante do que chamaram de “atitude arbitrária, irresponsável e ilegal do Sindicato dos Motoristas”.

Confira a nota do SET:

O SET – Sindicato das Empresas de Transporte de São Luís vem repudiar a atitude arbitrária, irresponsável e ilegal do Sindicato dos Motoristas.

 

Mesmo com decisão do Tribunal Regional do Trabalho de garantir o transporte para a população, o Sindicato bloqueou, ilegalmente, 100% da operação da Planeta Transportes, afrontando a Medida Cautelar nº 0016494-07.2019.5.16.0000 de 02/12/2019, que definiu a frota máxima de paralisação em 30%.

 

O SET está tomando as providências, pleiteando com as autoridades as multas previstas em caso de descumprimento, que considera que, de fato, ocorreu. Esta atitude do Sindicato dos Motoristas afetou muitos trabalhadores, mães e pais de família, estudantes e aposentados, que necessitam do serviço essencial de transporte diariamente.

 

É de conhecimento público que o sistema de transporte de passageiros de São Luís vem apresentando sérios problemas financeiros, por diversos motivos, e, por conta disto, o SET está buscando os meios legais de reparação junto ao Município de São Luís, dentro dos limites legais e sem prejuízos aos cidadãos.

 

SET – Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís.

O sistema de transporte urbano da capital maranhense, cidade com 1,1 milhão de habitantes, opera 171 linhas, das quais 144 são integradas e 27 não integradas.

 

Com uma frota circulante de 837 veículos, o serviço de transporte coletivo atende uma média diária de 500 mil passageiros.

 

O transporte público do município de São Luís é chamado de Sistema Integrado de Transporte (SIT).

 

Após a licitação em 2016, o SIT ficou dividido em quatro lotes operacionais, onde operam 11 empresas divididas em 4 consórcios (com exceção do Lote 4, que é de apenas uma empresa).

 

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Tags:

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Linkedin
Please reload

Siga-nos
Please reload

Pesquise por Tags
<