© 2017 por Softbus Consultoria e Informática Ltda

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Instagram - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

Softbus - e-Social

02/05/2019

1/2
Please reload

Posts em Destaques

Idosos poderão ser impedidos de usar ônibus, trem e metrô em São Paulo nos horários de pico

Medida está prevista em comunicado em conjunto da prefeitura e governo do Estado apenas se os casos de coronavírus crescerem muito. Frota máxima será alternativa para evitar lotação

 

ADAMO BAZANI

 

Grupo mais frágil e mais sensível à pandemia de coronavírus, os idosos poderão ser impedidos de usar ônibus, trem e metrô em São Paulo nos horários de pico caso a quantidade de pessoas infectadas cresça em proporções bem superiores às esperadas pelas autoridades de saúde.

 

A previsão está em um comunicado em conjunto entre Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo e a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes da cidade de São Paulo.

 

O documento está publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo e as medidas já podem entrar em vigor a partir de segunda-feira, 23 de março de 2020.

 

As gratuidades para estudantes serão suspensas enquanto as escolas estiverem fechadas.

 

Ainda de acordo com o comunicado, uma das possibilidades é o uso da frota máxima dos ônibus da SPTrans, EMTU, Metrô e CPTM.

 

Terminais de ônibus municipais e da EMTU e estações de Metrô e CPTM vão ser disponibilizados como locais de vacinação para a “gripe comum”.

 

Os elevadores que antes eram  preferenciais para pessoas com dificuldades de locomoção passarão a ser exclusivos, ou seja, pessoas mais jovens e sem restrição de movimento ficam proibidas de usar os equipamentos, COMUNICADO CONJUNTO A Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo e a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes da cidade de São Paulo, diante do avanço da pandemia declarada pela Organização Mundial da Saúde – OMS do vírus COVID-19 (novo Coronavírus), no âmbito de suas atribuições, informa as medidas que serão adotadas a partir de 23 de março de 2020, para prevenir a disseminação do vírus entre os usuários de transportes coletivos.

 

1) Diante da recomendação de que as pessoas evitem ao máximo circular por ambientes externos para evitar a dispersão do vírus, as aulas nas escolas estaduais (conforme os Decretos ns. 64.862/2020 e 64.864/2020) e municipais (conforme o Decreto nº 59.283/2020) foram suspensas. A fim de desestimular a circulação dos alunos em outros espaços públicos, haverá a suspensão da gratuidade de tarifas conferidas aos estudantes no sistema de transporte no período em que aulas estiverem suspensas.

 

2) Idosos com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos é recomendável a não utilização do transporte público em horários de pico, uma vez que compõem o grupo mais vulnerável a desenvolver complicações de maior gravidade e por isso se tem recomendado que se restrinja o contato social. Se houver o agravamento da situação, pode haver determinação de que esse grupo seja impedido de usar o transporte público em horários específicos.

 

3) Para evitar a aglomeração de pessoas nos transportes coletivos, os trens e ônibus das regiões metropolitanas do Estado de São Paulo e da cidade e São Paulo serão disponibilizados na sua capacidade máxima.

 

4) Os pontos comerciais dentro das estações e terminais deverão disponibilizar dispenser com álcool em gel na concentração de 70%, por tempo indeterminado, sob risco de suspensão das atividades.

 

5) Os elevadores das estações e terminais serão dedicados ao uso exclusivo (e não mais preferencial) de pessoas com mobilidade reduzida, com controle para evitar aglomerações.

 

6) Serão intensificadas as estratégias de informação aos usuários de transporte coletivo, com a elaboração e divulgação de campanhas e materiais informativos sobre as medidas de prevenção e controle da infecção humana pelo novo coronavírus (COVID-19), que serão disponibilizadas por diversos meios, inclusive por mensagem de texto. Uma das estratégias será a de intensificar a orientação de que os usuários evitem contato próximo, como aperto de mãos, conversas, etc.

 

7) Serão buscadas e adotadas novas técnicas de combate ao vírus que forem disponibilizadas no mercado de consumo e recomendadas pelas autoridades competentes.

 

8) Serão intensificadas as medidas de higienização dos veículos e estações, com ampliação da frequência de limpeza de assentos, pisos, corrimãos, maçanetas, etc com álcool 70% ou solução de água sanitária.

 

9) Haverá intensificação do monitoramento e fiscalização da higienização dos banheiros das estações e dos terminais, criando para tanto, um comitê específico.

10) Os terminais e estações serão disponibilizados aos órgãos de saúde como locais de vacinação para gripe.

 

Ontem, o secretário municipal de mobilidade e transportes, Edson Caram, disse que a partir da próxima semana, pode haver corte de cerca de mil ônibus da frota de 13 mil devido à redução de demanda por causa do recesso escolar.

 

https://diariodotransporte.com.br/2020/03/19/coronavirus-sao-paulo-deve-retirar-mil-onibus-das-ruas-a-partir-de-segunda-feira-23/

 

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Tags:

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Linkedin
Please reload

Siga-nos
Please reload

Pesquise por Tags
Please reload

Arquivos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon