Foz do Iguaçu muda funcionamento dos ônibus e limita horário de uso para os idosos

Empresas concessionárias estão pedindo subsídio de R$ 4,8 milhões para complementar a receita, hoje insuficiente para quitar a folha salarial


ALEXANDRE PELEGI


Em uma live transmitida pelo Facebook nesta quinta-feira, 28 de maio de 2020, Fernando Maraninchi, diretor do Instituto de Transporte e Trânsito de Foz do Iguaçu (Foztrans), falou sobre o novo decreto baixado ontem, 27 de maio, pela prefeitura de Foz do Iguaçu, no Paraná, definindo uma limitação nos horários dos ônibus do transporte público municipal.


Segundo o gestor, o município já tem uma carga de ônibus pequena circulando por determinação do Tribunal de Justiça do estado, que determinou que a prefeitura não poderia exigir mais ônibus do que já estava exigindo.


“Nós temos uma frota aproximada de 135 ônibus na cidade, passamos a exigir 72, como forma de diminuir a movimentação das pessoas, como forma de proteção contra a transmissão do vírus. E o desembargador disse então que nós não poderíamos exigir a tabela de sábado, e sim uma tabela menor, que é a de domingo, com 45 ônibus”, disse ele.


Em contato com as empresas concessionárias, que compõem o Consórcio Sorriso, o diretor da Foztran diz ter conseguido mais 13 ônibus extra e, desta forma, a prefeitura passou a operar o transporte com 45 mais 13 veículos, ou seja, 58 no total.


“Com 135 ônibus nós transportávamos em torno de 50 a 60 mil pessoas por dia, e hoje estamos carregando somente 16 mil”, conclui Fernando Maraninchi.


O problema, disse ele, é que com a baixa demanda, e com uma frota maior proporcionalmente, as três empresas que fazem o serviço de transporte na cidade informaram que não conseguiam mais fornecer o serviço da forma como a prefeitura quis impor. Entraram na Justiça, e o desembargador concedeu.


Além disso, as empresas estão pedindo subsídio de R$ 4,8 milhões para complementar a receita, hoje insuficiente para quitar a folha salarial.


A Procuradoria do município está verificando a possibilidade legal para esta ação, informou o gestor.


Para adequar a limitação de ônibus, determinada pelo TJ do Paraná, e o número atual de passageiros pagantes, que hoje equivale a 10 mil/dia, a prefeitura decidiu ontem, pelo Decreto 28.159, limitar a capacidade de lotação dos ônibus em 50%. Isso, na prática, significa um aumento, já que agora será possível transportar passageiros em pé. Os 50% de capacidade são calculados sobre o total, com a permissão de passageiros sentados em intervalos, mais outros no corredor.


O Decreto definiu ainda que, a partir de 30 de maio, sábado, o Transporte Coletivo operará de segunda a sábado até as 22h, utilizando, no mínimo, a tabela de horários de domingo.


Ainda de acordo com o documento, será permitido o transporte de passageiros com mais de 60 anos somente entre o horário das 9h às 17h.

Já aos domingos e feriados, será utilizada a tabela de domingo, somente nos horários de pico:

  1. a) 6h às 8h;

  2. b) 11h às 14h;

  3. c) 16h às 20h.

Como já definido em decreto anterior, os passageiros deverão estar de máscara dentro do ônibus.


Na live, que teve a participação do pessoal da Saúde, foram atualizados os dados da pandemia na cidade até esta quarta-feira, 27 de maio: 122 casos confirmados e três óbitos.

Posts em Destaques
Posts Recentes
Arquivos
Pesquise por Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon

© 2017 por Softbus Consultoria e Informática Ltda

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Instagram - Black Circle