• ERP SGTBus

City coloca 50 novos ônibus em Sorocaba e prefeitura deve lançar licitação na metade de abril

Segundo poder público, companhia contratada emergencialmente vai substituir todos 153 ônibus do lote 02. Operações começam no dia 02 de abril


ADAMO BAZANI


A prefeitura de Sorocaba informou por meio de nota neste sábado, 13 de março de 2021, que pretende em até 30 dias lançar um novo edital de licitação para operação com contrato regular do lote 02 dos serviços da cidade, que será operado até 01º de abril pela STU (Sorocaba Transportes Urbanos,.


Como mostrou o Diário do Transporte nesta sexta-feira (12), enquanto a concorrência não se define, a Urbes (Empresa de Desenvolvimento Urbano e Social de Sorocaba) contratou emergencialmente a empresa City Transporte, do Grupo Abreu , que vai atuar por 180 dias recebendo do poder público R$ 8,950 (oito reais novecentos e cinquenta milésimos) por quilômetro rodado.


Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/03/12/prefeitura-de-sorocaba-contrata-city-transporte-no-lugar-da-stu-por-seis-meses/


Em nota, a prefeitura de Sorocaba informou que a City vai colocar inicialmente em operação a partir de 02 de abril de 2021, 50 ônibus zero quilômetros, equipados com ar-condicionado, sistema de internet sem fio e acessos USB para carregar celulares.


Ainda de acordo com o poder público, além desses 50, outros 103 também serão trocados por modelos mais novos, completando a renovação com 153 veículos .


“O objetivo é oferecer à população de Sorocaba um nível de serviço superior ao que foi entregue até agora e com menor custo. E adiantamos que todos os atuais funcionários da STU serão contratados pela City”, explica na nota o diretor-presidente da Urbes, Luiz Carlos Siqueira Franchim.


A Urbes diz que para contratar a City fez uma pesquisa de mercado e cotação de preços.


“Quatro empresas do setor foram procuradas, incluindo a STU, e a City foi a que cumpriu todas as exigências documentais e de preços. Os contratos firmados pela Urbes, para operação do transporte público, asseguram todo o equilíbrio financeiro da contratação.” – diz ainda a nota


Não houve licitação e a Urbes não revelou os nomes das outras duas empresas além da City e STU.


O Lote -2 do transporte de Sorocaba é operado pela STU (Sorocaba Transportes Urbanos), cujo contrato expirou em agosto de 2020. Para evitar descontinuidade do serviço, a prefeitura assinou contrato emergencial com a empresa.

A STU opera 58 linhas do transporte coletivo, que atendem as regiões Leste (Além Ponte), Oeste (Cerrado), Sul (Lageado) e Central.


Pertencente à família Abreu, que na capital paulista controla a Viação Metrópole Paulista, uma das maiores frotas do sistema da cidade de São Paulo, a City, com diferentes denominações na Jucesp – Junta Comercial do Estado de São Paulo, atua em cidades do Litoral Paulista, como Guarujá e Bertioga.


HISTÓRICO:

A STU (Sorocaba Transportes Urbanos Ltda), operadora do lote 2, manifestou em maio de 2020 que não renovaria o contrato emergencial, deixando de operar o sistema. A data prevista para o fim das atividades era o dia 03 de agosto de 2020.


A informação, do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, foi confirmada por telefone ao Diário do Transporte no dia 19 de maio de 2020. Relembre: STU vai deixar de prestar serviços em Sorocaba. Demissões vão começar imediatamente


Como tem mostrado o Diário do Transporte, a prefeitura de Sorocaba tem encontrado dificuldades para licitar o Lote 2 do sistema de transporte coletivo.


A STU tem aproximadamente 800 funcionários e opera o lote de 2 das linhas municipais desde o ano de 1996. Há alguns trabalhadores que estão na empresa desde o início.


O contrato com a empresa venceu em 2019.


A prefeitura fez duas renovações de 180 dias em forma de contrato emergencial.


Ainda como mostrou a reportagem, na tentativa de licitação em 07 de fevereiro de 2020, não houve interessados para o lote 02. Relembre: Lote 2 do transporte de Sorocaba tem licitação deserta


Foi a quarta tentativa de licitar os serviços. O aviso, com data de 1º de dezembro de 2019, saiu publicado na edição de 27 de dezembro de 2019 do Diário Oficial do Estado.


O contrato inicial com a prestadora de serviços começou em 2003 e acabou em 2011. Desde então, foram feitas prorrogações.


Como noticiou o Diário do Transporte, em 23 de outubro de 2020 foi realizada audiência pública para uma nova tentativa de licitação.


Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/10/07/sorocaba-convoca-audiencia-publica-para-concessao-do-lote-2-do-sistema-de-transporte/


Em 18 de novembro de 2020, a Urbes (Empresa de Desenvolvimento Urbano e Social de Sorocaba) publicou aviso de licitação com data para apresentação de propostas marcada para 21 de dezembro.


Em 12 de março de 2021, a Urbes (Empresa de Desenvolvimento Urbano e Social de Sorocaba), gerenciadora dos transportes de Sorocaba, no interior de São Paulo, formalizou a contratação da City Transporte Urbano Global Ltda, para operar no lugar da STU (Sorocaba Transportes Urbanos), concessionária do lote 02 da cidade.


A contratação foi emergencial com duração por um período inicial de 180 dias.


De acordo com publicação oficial do município, a empresa vai receber a remuneração de R$ 8,950 (Oito reais novecentos e cinquenta milésimos).


No dia 13 de março de 2021, por meio de nota a prefeitura informou que que a City iria colocar inicialmente em operação a partir de 02 de abril de 2021, 50 ônibus zero quilômetros, equipados com ar-condicionado, sistema de internet sem fio e acessos USB para carregar celulares.


Ainda de acordo com o poder público, além desses 50, outros 103 também seriam trocados por modelos mais novos, completando a renovação com 153 veículos


“O objetivo é oferecer à população de Sorocaba um nível de serviço superior ao que foi entregue até agora e com menor custo. E adiantamos que todos os atuais funcionários da STU serão contratados pela City”, explica na nota o diretor-presidente da Urbes, Luiz Carlos Siqueira Franchim.


A Urbes disse na ocasião que para contratar a City fez uma pesquisa de mercado e cotação de preços.

Na mesma nota a gerenciadora prometeu relançar a licitação em meados de abril de 2021.


“Quatro empresas do setor foram procuradas, incluindo a STU, e a City foi a que cumpriu todas as exigências documentais e de preços. Os contratos firmados pela Urbes, para operação do transporte público, asseguram todo o equilíbrio financeiro da contratação.” – diz ainda a nota


Adamo Bazani, jornalista especializado em transporte

Posts em Destaques
Posts Recentes
Arquivos
Pesquise por Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon