• O Tempo

Colapso dos ônibus: número de viagens cai, e usuários aumentam em BH

Balanço divulgado em portal da PBH mostra redução de quase 12% de veículos nas ruas


A queixa de usuários sobre a diminuição da oferta de ônibus em Belo Horizonte é frequente, principalmente após o início da pandemia de Covid-19. Dados da BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte) comprovam que, no começo deste ano, houve diminuição no número de viagens dos ônibus realizadas nos dias úteis quando comparado aos meses de janeiro e fevereiro.


Em contrapartida, aumentou a demanda de usuários que utilizam o transporte coletivo de ônibus na capital mineira. Logo mais, a partir das 15h30, acontecerá uma reunião entre a PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) e SetraBH (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte). O tema central é a possibilidade de mais reduções de veículos que circulam pela cidade, por conta do aumento no preço do diesel.


O balanço da BHTrans aponta que, em janeiro, foram realizadas 377.133 viagens nos dias úteis. Este número caiu para 332.960 em fevereiro. A queda registrada é de 11,7%. Por outro lado, o número total de passageiros aumentou em 6,4% no mesmo período: passou de 16.028.078 para 17.059.304. Em 28 de fevereiro, apesar de o feriado de Carnaval ter sido suspenso pela prefeitura, os veículos rodaram no horário de domingo.


VEJA ALGUNS NÚMEROS DO BALANÇO:

24 de janeiro de 2022: Menor número de viagens realizadas - 16.419 3 de janeiro de 2022: Dia com menos passageiros transportados - 716.747 28 de fevereiro de 2022: Menor número de viagens realizadas - 7.137 23 de fevereiro de 2022: Dia com maior número de passageiros transportados - 931.898


'Interferência da Justiça’

O prefeito Alexandre Kalil (PSD) disse, na manhã desta terça-feira (15), que pretende acionar o Judiciário, caso haja um impasse após a reunião entre PBH e SetraBH.


"Já estou mandando uma carta para o TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais), para o presidente Gilson Lemes, porque se precisar vamos pedir interferência da Justiça. Ninguém vai botar a mão nisso sozinho, para não ter essa bobajada, essa demagogia. É um problema grave, e nós temos que enfrentar ", afirmou Kalil.


De acordo com o SetraBH, o transporte público da capital está em “colapso”, após a alta de 25% no preço do diesel. O órgão chegou a anunciar, na última sexta-feira (11), uma redução do número de viagens fora do horário de pico em Belo Horizonte a partir de hoje. No entanto, horas depois, a entidade voltou atrás e afirmou que irá definir medidas que “menos impactam" a população..


Até o momento, a PBH e o SetraBH não se pronunciaram sobre o possível corte no número de ônibus em circulação na capital mineira.


(Com informações de Manuel Marçal)

Posts em Destaques
Posts Recentes
Arquivos
Pesquise por Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon