• Diário do Transporte

Exportações de ônibus da Mercedes-Benz sobem 84% no primeiro semestre para a América Latina

Foram 408 veículos de transporte coletivo; Embarques de caminhões subiram 700% com 1.482 unidades


ADAMO BAZANI

A Mercedes-Benz exportou entre janeiro e junho de 2021, 408 ônibus para países da América Latina, número que representa 84% de crescimento em relação aos veículos de transportes coletivos embarcados em 2020 para a região.


Já em relação aos caminhões, o crescimento foi mais expressivo: 700%, com 1.482 unidades.


O balanço foi divulgado nesta quinta-feira, 15 de julho de 2021, pela montadora.


Vale ressaltar que o primeiro semestre de 2020 sofreu grande impacto da pandemia de covid-19 em todo o mundo, com a suspensão de atividades por parte das fabricantes e embarcadores como medida de segurança para conter o avanço da doença, como ressaltou a Mercedes-Benz na nota.


“O resultado foi impulsionado pela recuperação dos mercados latinos-americanos, que começam a retomar suas atividades econômicas, desacelaradas por conta dos efeitos da pandemia da COVID-19.”


O balanço mostra que a Mercedes-Benz do Brasil quase quadruplicou as vendas de caminhões e ônibus para os vizinhos da América Latina, indo de 406 unidades no primeiro semestre do ano passado para 1.890 unidades em 2021, ou seja, 365% de crescimento na comparação com o mesmo semestre do ano passado, incluindo os dos tipos de veículo.


O diretor geral do Centro Regional Daimler América Latina, Jens Burger, disse que no caso dos ônibus, a recuperação tem sido mais lenta porque os passageiros aos poucos estão voltando para os sistemas.


“No caso do segmento de ônibus, os efeitos da pandemia, como a redução no número de passageiros, tornam a retomada da normalidade do mercado mais lenta. Mesmo assim, registramos um incremento de 84% nas nossas exportações de ônibus, com 408 unidades vendidas no primeiro semestre de 2021, frente a 222 unidades de igual período do ano passado. Assim como no Brasil, o setor de fretamento também teve papel importante nas vendas de ônibus na América Latina”. – disse Burger.


Já em relação aos transportes de cargas, o executivo destacou a recuperação econômica de alguns parceiros comerciais do Brasil na América Latina.


“Isso é reflexo de uma recuperação muito forte em países como Chile, Peru e Colômbia, devido à alta de preço das commodities no mercado internacional, o que traz muitas vantagens para o agronegócio e a mineração”


Em 2021, a Mercedes-Benz do Brasil completa de 60 anos de exportações de veículos comerciais produzidos em sua fábrica de São Bernardo do Campo, Estado de São Paulo. O primeiro lote, de 550 ônibus O 321 H, foi destinado à vizinha Argentina. Desde então, a Empresa atende não só a América Latina, como mercados em outros continentes.


Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Posts em Destaques
Posts Recentes
Arquivos
Pesquise por Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon