Marcopolo confirma oficialmente fim da unidade de urbanos do Rio de Janeiro para 30 de outubro

Segundo empresa, medida é para redução de custos e incremento da eficiência com a concentração das operações brasileiras em um número menor de fábricas


ADAMO BAZANI

Por meio de “Fato Relevante” ao mercado, a Marcopolo S.A. confirmou nesta sexta-feira, 02 de outubro de 2020, oficialmente o fim das operações da planta em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro-RJ.


O fechamento da planta, especializada em modelos urbanos, ocorrerá no dia 30 de outubro de 2020.


A produção será transferida para a planta de São Mateus, no Espírito Santo.


O Diário do Transporte teve acesso ao comunicado. O perfil Ônibus Minha Segunda Casa tinha adiantado o fechamento da unidade.


Veja o fato publicado na íntegra:


FATO RELEVANTE

MARCOPOLO S.A. (“Companhia”), em cumprimento ao disposto no art. 157, §4º, da Lei nº 6.404/76 e na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários nº 358/2002, vem informar aos seus acionistas e ao mercado em geral, que o Conselho de Administração, em reunião nesta data, aprovou o encerramento das atividades da planta industrial localizada em Duque de Caxias, RJ, a partir de 30 de outubro de 2020.

A decisão faz parte do processo de otimização de plantas e adequação da capacidade fabril da Companhia. A concentração das operações brasileiras em um número menor de fábricas vem contribuindo para a redução de custos e incremento da eficiência.

As melhorias operacionais alcançadas nos últimos anos permitirão que as plantas remanescentes tenham capacidade suficiente para absorverem a recuperação de volumes à medida que os mercados se regularizarem, em um cenário pós-pandemia.

Caxias do Sul, 2 de outubro de 2020.

José Antonio Valiati


Diretor de Relações com Investidores



PLANTAS:

A planta do Rio de Janeiro é especializada em ônibus urbanos com origem na antiga Ciferal, tradicional encarroçadora  do Estado, fundada em outubro de 1955 pelo imigrante austríaco Fritz Weissman. Em maio de 1999, a Marcopolo comprou a parte da RJ Administração e Participações S.A. na Ciferal, correspondendo a 50% das ações. A RJ Participações era formada por cerca de 200 empresas de ônibus do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais. Em abril de 2001, a Marcopolo comprou a outra parte da Ciferal passando a controlar assim integralmente a companhia. O nome Ciferal, que era a sigla de Comércio e Indústria de Ferro e Alumínio, deixou de ser utilizado definitivamente em 2013, quando foi adotada a nomenclatura Marcopolo Rio.


A área física da Marcopolo Rio é de  211.846 m² e a área construída: 74.484 m².


Já a fábrica de São Mateus , no Espírito Santo, é bem mais recente, começando as atividades em 2014, para atendimento dos mercados das regiões Norte e Nordeste do País com os miniônibus da marca Volare, pertencente à Marcopolo S.A.  Em 2019, foi oficializada a produção de ônibus escolares e também de carrocerias urbanas da Marcopolo para chassis de motor dianteiro.


A área física da planta de São Mateus é de 822.000 m², com área construída de 65.547 m²


Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Posts em Destaques
Posts Recentes
Arquivos
Pesquise por Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon

© 2017 por Softbus Consultoria e Informática Ltda

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Instagram - Black Circle