• G1 Zona da Mata

Motoristas são investigados por esquema criminoso contra empresa de transporte em Cataguases

Motoristas de ônibus são investigados por esquema criminoso contra empresa de transporte em Cataguases

Após seis meses de investigação, a Polícia Civil concluiu o inquérito nesta segunda-feira (17) e constatou que o prejuízo chegou a R$ 70 mil.


A Polícia Civil concluiu, nesta segunda-feira (17), um inquérito contra 13 motoristas de ônibus por apropriação indébita em Cataguases. Estima-se que o grupo tenha causado um prejuízo de R$ 70 mil a empresa de transporte em que trabalham.



Segundo os delegados Marcelo Manna e Diego Vilhena, os profissionais não repassavam todo o dinheiro que recebiam durante o dia de trabalho. "O esquema criminoso consistia em apropriar-se indevidamente de valores recebidos de clientes pela emissão de passes, onde, ao invés dos passageiros passarem pela catraca e desembarcarem pela porta traseira do ônibus - que seria o procedimento normal - desembarcavam pela porta dianteira, sem passar pela catraca", explicou a autoridade. A 27ª Delegacia de Cataguases passou cerca de seis meses investigando o caso. Também foi apurado que alguns dos suspeitos mantinham contato entre si, através de um grupo por aplicativo de mensagens.

No grupo, segundo a Polícia Civil, os motoristas se vangloriavam dos desvios cometidos, debochavam dos passes recebidos e comentavam sobre quais linhas eras mais rentáveis, por ter mais passageiros, além de se questionarem se as câmeras instaladas no interior dos ônibus funcionavam ou não.

O inquérito policial foi concluído e remetido à Justiça Criminal. Até a última atualização desta reportagem, nenhum dos suspeitos havia sido preso.


Como a Polícia Civil não divulgou o nome da empresa, não foi possível solicitar nota com o posicionamento da mesma.

Posts em Destaques
Posts Recentes
Arquivos