top of page
  • G1 Piracicaba e Região

Nova empresa do transporte começa a operar neste domingo em Piracicaba com 17 ônibus

Linha escolhida para iniciar a nova frota neste domingo (7) foi a 444 - Sônia/TCI.


A nova empresa que assumiu o transporte público de Piracicaba (SP) começa a circular a nova frota de ônibus neste domingo (7) na cidade. A linha escolhida para dar início a circulação foi a 444 - Sônia/TC.


A Rápido Sumaré foi a empresa selecionada, por meio de licitação, para assumir o transporte na cidade. A transição teve início no dia 10 de junho, quando a empresa tomou posse.

Mas somente neste domingo começam a circular efetivamente os novos ônibus. Inicialmente serão 17 coletivos da linha Vila Sônia.


Segundo o diretor da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes (Semuttran), Antônio Vanderlei Quartarolo, afirmou que a linha foi escolhida por ser uma das principais.


"O terminal Vila Sônia foi o primeiro terminal de bairro que tivemos, e a linha tem 17 ônibus operando. Então consegue agrupar um grande número de veículos em uma linha, que foi um fator primordial que levamos em consideração", explica.


O diretor também conta que a mudança das demais linhas vai acontecer de forma gradativa. A cada semana, uma nova linha vai ser assumida pela Rápido Sumaré, e até o dia 29 de setembro 100% da frota da cidade terá sido substituída pelos novos modelos.


Bilhetes e reajuste 💳


Quartarolo afirma que inicialmente não haverá mudança em relação aos bilhetes e acesso do público aos novos ônibus e que o fluxo será o mesmo de antes.


"Estamos preservando que o usuário não sinta a mudança operacional. Ou seja, ele vai pro ponto de ônibus, vai estar lá no mesmo horário, e o cartão ele pode usar o mesmo que ele tem na mão hoje", explica

Ele explica que, futuramente, irá sim ocorrer uma mudança em relação aos bilhetes e aos cartões, mas que será avisado previamente para que os usuários realizem o novo cadastro.

A tarifa atualmente cobrada também não será alterada por enquanto.


O que muda com os novos ônibus?


Infraestrutura 🚍


  • Todos os veículos deverão ter idade média de cinco anos e idade máxima de dez anos;

  • A empresa deve operar tanto as linhas urbanas e rurais quanto o Transporte Especial Elevar, que é destinado a pessoas que usam cadeira de rodas;

  • A empresa também deve construir uma nova garagem e realizar a manutenção dos terminais.


Acessibilidade ♿


  • Todos os veículos serão 100% acessíveis, com plataforma elevatória para pessoas com deficiência (PCD) que utilizam cadeira de rodas;

  • Vão contar também com assento para pessoas com deficiência visual com cão guia, local reservado com cinto de fixação para cadeira de rodas, botão de acionamento de campainha acessível e piso dos ônibus revestido com material antiderrapante.


Segurança 🚨


  • Os ônibus terão monitoramento por câmeras no interior e sistema de rastreamento;

  • Também haverá monitoramento em tempo real feito pela Central de Controle Operacional (CCO) da Semuttran.


Conforto 🛜


  • Em toda a frota haverá instalação de wi-fi e entradas USB.

  • Parte dos veículos ainda será equipada com ar-condicionado, sendo aqueles que realizam as linhas entre terminais - 240-Cecap/TCI, 444-Sônia/TCI, 301-Pauliceia/TCI, 801 e 802–São Jorge/TCI.


Acesso do usuário 📱


  • O edital de contratação da nova empresa exige que seja fornecido um aplicativo gratuito que preste o serviço que possibilite ao usuário ver os horários previstos atualizados em tempo real de chegada dos ônibus aos pontos de embarque, além do itinerário das linhas.



Meio ambiente 🌳


  • Os veículos seguem as normas de controle de poluição do ar, que reduzem, em média, 75% as emissões de poluentes atmosféricos.

Contratos emergenciais 🚨


Atualmente, o transporte na cidade é fornecido e comandado pela viação Trans Acreana, com nome fantasia de Tupi, que foi contratada de forma emergencial e sem licitação em 2020.

Foram um total de oito contratos emergenciais realizados pela prefeitura da cidade por conta de entraves que ocorreram na justiça durante a licitação.

A concorrência para contratar a nova empresa foi aberta em 2021. A partir disso, teve suspensões devido a contestações administrativas e judiciais de empresas e solicitações de correções feitas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP). Judicialmente, a licitação também chegou a ficar paralisada entre abril e agosto de 2022.





Comments


Posts em Destaques
Posts Recentes
Arquivos
Pesquise por Tags
Nenhum tag.
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
bottom of page