• G1 Norte e Noroeste

Paralisação no transporte coletivo de Londrina entra no segundo dia

Trabalhadores reclamam de atrasos no pagamento da participação de lucros e parte do vale-alimentação. Cerca de 70 mil passageiros foram afetados pela falta da circulação dos ônibus.


A paralisação no transporte coletivo de Londrina, na região norte do Paraná, chega ao segundo dia, nesta quarta-feira (2). Cerca de 70 mil passageiros foram impactados pela interrupção na circulação dos ônibus de duas empresas que operam o serviço na cidade.


Os funcionários das empresas reclamam de atrasos no pagamento da participação de lucros e parte dos valores do vale-alimentação.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Londrina (Sinttrol), que representa a categoria, não há previsão para que a paralisação seja encerrada.

Na manhã desta quarta, pessoas que precisavam dos ônibus tiveram que buscar serviços alternativos, como aplicativos de transporte. Apesar disso, diante da alta procura, as viagens ficaram mais caras.

O que dizem as empresas

A TCGL e a Londrisul informaram que a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) não fez o repasse de recursos e, por isso, o pagamento não foi feito


Por outro lado, a CMTU afirma que propôs uma alternativa para atendera a reivindicação, mas que não foi aceita pelas empresas.


O órgão disse ainda que vai notificar as empresas para retomar o serviço.

Posts em Destaques
Posts Recentes
Arquivos
Pesquise por Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon