• G1 SP

Passageiros reclamam de problemas e instabilidade no novo bilhete TOP

Passageiros reclamam de problemas e instabilidade no novo bilhete TOP, do governo de SP, usado no transporte público

Problemas de instabilidade do aplicativo e dos totens de compra nas estações do Metrô e da CPTM têm impedido que passageiros embarquem, após fechamento de algumas bilheterias.


O bilhete TOP, que começou no mês passado a substituir o cartão Bom no transporte público da Grande São Paulo por meio de aplicativo de celular e totens nas estações, já acumula reclamações de passageiros por causa de instabilidades no sistema.


A ideia do bilhete lançado pelo governo de SP era agilizar o embarque nos ônibus da EMTU, e também na CPTM e no Metrô, mas, na prática, não é isso que está acontecendo.

Nesta segunda-feira (22), a reportagem do SP1 percorreu algumas estações e ouviu reclamações dos passageiros dizendo que o aplicativo TOP não estava funcionando ou estava travando.


O psicopedagogo Marcos Paulo Jeremias estava empolgado com a nova tecnologia de compra de bilhete por aplicativo, mas, na hora de usar, enfrentou problema.


“O TOP é um aplicativo que ajuda bastante, É necessário digitalizar as coisas cada vez mais e diversificar, né? Mas não sei o que aconteceu... Tenho o cartão do bilhete único também sempre como reserva, por que não dá pra confiar numa alternativa só, né?!”, afirmou.


O bancário Renato de Oliveira não tem essa alternativa e por isso não conseguiu embarcar durante a manhã na CPTM em Osasco, na Grande SP, por causa do problema do bilhete TOP.


“O aplicativo não funciona e eu estou sem dinheiro. Me pegou desprevenido e agora não tem o que fazer. Acho que eu vou ter que pedir um Uber”, disse.


No Metrô, na estação Belém, da Linha 3-Vermelha, nem bilheteria tem. Elas foram desativadas há um mês. Para comprar passagem por lá, só através do aplicativo top ou pelos totens de autoatendimento, que nem sempre estão funcionando também.


“Tem dia que funciona, tem dia que não funciona. Tem dia que a gente está atrasado, pega fila e acaba se atrasando ainda mais. E aí as vezes eu acabo indo de ônibus por causa disso”, afirmou o ajudante Isaías Macedo.


No início da manhã, na estação Dom Pedro II, da mesma Linha 3-Vermelha, a reportagem do Bom Dia SP também mostrou que os totens estavam com mensagem de erro e tela travada.


Pelo menos sete cidades da Grande São Paulo usam o cartão BOM também nos ônibus municipais: Carapicuíba, Suzano, Taboão da Serra, Cotia, São Caetano, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.


Mas o novo cartão TOP ainda não está funcionando nessas catracas. A transição do sistema nos ônibus vai ser gradativa, a partir do dia 29 de novembro, segundo o governo paulista.


O que diz o governo de SP

A Secretaria Estadual de Transportes disse que sempre tem mais de um totem nas estações e que uma equipe acompanha o funcionamento dos aparelhos para fazer reparos quando necessário.


Na estação Dom Pedro II, realmente tinha mais de um, mas nenhum funcionando, conforme mostrado na reportagem.

Sobre a instabilidade no sistema do aplicativo TOP, o governo de SP disse que ele já tem mais de 340 mil cadastros e que melhorias e atualizações estão sendo feitas diariamente.


Posts em Destaques
Posts Recentes