• Diário do Transporte

Startup de tecnologia de Caxias do Sul quer atrair contas de e-commerce para o transporte rodoviário

Balcão Balcão atua para potencializar a capacidade dos bagageiros dos ônibus, e investe agora no first e last mile (coleta e entrega de encomendas)


ALEXANDRE PELEGI


Dados do Mercado de E-commerce no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOMM), dão o tamanho da receita que se abre para as empresas de ônibus rodoviários no país: são 38,5 milhões de consumidores, que produziram um recorde de faturamento no primeiro semestre de 2020.


Às vésperas do Black Friday, a estimativa é que esse setor deve faturar 6,9 bilhões de faturamento.

Até o momento, e devido à pandemia, 135 mil lojas aderiram ao e-commerce.


Dentre as startups que têm se destacado nesse vínculo com o setor de transporte rodoviário está a Balcão Balcão, de Caxias do Sul (RS).


Uma empresa de tecnologia e logística que busca otimizar a capacidade dos bagageiros de ônibus que circulam no Brasil. Em resumo, as empresas podem otimizar seus ganhos indo muito além da venda de passagens.


Em conversa com Renata Casali, Head de Operações Logísticas da Balcão Balcão, ela conta ao Diário do Transporte que a empresa há dois anos iniciou o desenvolvimento desse projeto, que promete ajudar a revolucionar a logística de e-commerce. “O custo de frete é um grande gargalo e a principal dor das lojas virtuais, sendo responsável por até 83% do abandono de carrinhos no país”, ela ressalta.


Operando oficialmente no mercado há um ano, através de uma API (sigla derivada do termo em inglês “Application Programming Interface”, em português “Interface de Programação de Aplicativos”), a Balcão Balcão integra as plataformas de lojas virtuais às transportadoras rodoviárias para o envio de encomendas.


Num processo simplificado, a loja ou empresa optam por oferecer aos seus clientes as tabelas de fretes das transportadoras cadastradas e integradas à Balcão Balcão.


Renata Casali explica: “a nossa Startup já está presente em 16 estados brasileiros, atendendo mais de 680 cidades. Trabalhamos forte no interior do Brasil e estamos todos os dias aprimorando nossa cobertura para oferecer o melhor serviço aos nossos clientes. E temos como meta até maio de 2021 disponibilizar o serviço para 50% das cidades do Brasil“, ela explica.


Até o momento a Balcão e Balcão já conta com 49 transportadoras parceiras, com empresas tradicionais do sul do país e de outras regiões, como a Viação Ouro e Prata, Unesul, Planalto, Caxiense, Penha, Util, Sampaio, Eucatur e Vbex, esta última uma empresa do Grupo Belarmino, que que presta serviços de entregas de encomendas e cargas por ônibus em 253 cidades do estado de São Paulo.


Como toda startup, a Balcão Balcão atua de forma enxuta, tendo à frente apenas 6 profissionais na equipe dedicando seus tempos para ampliar a malha rodoviária e atrair as contas de e-commerce no Brasil.


Renata detalha os diferenciais do projeto, como o cumprimento de prazos, uma vez que que os ônibus do transporte regular possuem horas de partidas e chegadas. Outro destaque é a economia compartilhada, já que se utiliza espaço disponível sem colocar nenhum veículo a mais na estrada.


Um diferencial especial, segundo Renata Casali, é a solução completa de redespacho entre transportadoras, o que permite conectar tudo a todos.


Estamos integrados com os maiores sistemas de emissão de CTe’s do país”, diz Renata, que afirma ainda que outro diferencial é a segurança no envio de encomendas possibilitado pelas empresas de ônibus, que já atuam transportando milhares de pessoas todos os dias no país.


O cliente tem ainda à sua disposição um dashboard (painel) completo para acompanhamento do status de rastreio e valores, e a redução de custos é significativa frente aos maiores players de mercado.


Renata ainda enfatiza que “a redução, conforme a cubagem da encomenda, pode chegar a representar apenas 15% dos valores praticados por concorrentes. Isso, porque nós aplicamos a tecnologia num serviço que existe há mais de 80 anos dando escalabilidade e proporcionando às encomendas rodoviárias por bagageiro de ônibus ampliação de faturamento. Ajudamos o e-commerce a reduzir custos e aumentar as vendas, o consumidor final paga menos pelo frete, e as encomendas rodoviárias faturaram mais. Ou seja, beneficiamos diferentes públicos com a nossa solução e isso se torna relevante num momento de mercado em que precisamos buscar cooperação.


Os próximos passos da Balcão Balcão, ela promete, são integrar sua plataforma aos serviços de first e last mile (coleta e entrega). Grandes players já demonstraram interesse nessa parceria e estão em negociação com os sócios fundadores.


Por estarem em momento de tração, em busca da ampliação de faturamento, a Startup abre nesse mês para a primeira rodada de investimentos da Série A.


SÓCIOS FUNDADORES E INVESTIDORES


A startup tem como um dos fundadores e investidores a Ezoom Digital Experience, Venture Builder de Caxias do Sul, com mais de 20 anos de mercado, sendo 3 anos destinados à criação de startups e que tem à frente desse projeto o CIO Samuel Jardim.


O outro fundador investidor é Glauber Gobbato sócio da Carga Fácil Caxias e que atua como COO na Balcão Balcão.

Ambos com muita experiência em seus mercados, respectivamente em tecnologia de negócios digitais e mercadológico.


Site: https://www.balcaobalcao.com.br/


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Posts em Destaques
Posts Recentes
Arquivos
Pesquise por Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon

© 2017 por Softbus Consultoria e Informática Ltda

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Instagram - Black Circle