top of page
  • www.curitiba.pr.gov.br/noticias/

Ligeirão Norte/Sul completa seis meses com aprovação dos usuários do transporte coletivo de Curitiba

O Ligeirão Norte/Sul, lançado em janeiro deste ano, completou seis meses nesta semana com a aprovação total dos usuários, que ressaltam, principalmente, o ganho de tempo nos deslocamentos.


São 19 quilômetros (38 km ida e volta) entre os terminais Santa Cândida e Pinheirinho. Com menos pontos, o Ligeirão reduziu em 15 minutos o tempo de deslocamento no trajeto em relação às linhas paradoras. Nos dias úteis, são cerca de 35 mil passageiros. A linha tem ônibus a cada 3,5 minutos nos horários de pico e uma frota de 29 veículos.


Nos últimos seis meses, a rotina da cabeleireira Célia Rosa dos Santos recebeu uns minutos a mais de folga desde a implantação do Ligeirão. Moradora da Cidade Industrial, Célia trabalha em um salão próximo à Praça Rui Barbosa, no Centro da cidade, e trocou a linha paradora pelo Ligeirão.

“Saindo do Pinheirinho, em 25 minutinhos eu chego no tubo da Praça Oswaldo Cruz, e lá eu troco pelo Pinheirinho/Rui Barbosa. Antes eu ia direto de Pinheirinho, mas com o Ligeirão eu ganhei tempo”, explicou Célia.

No terminal Pinheirinho, a confeiteira Silvia Vargas conta que gostou da experiência com o Ligeirão. Ela e o filho Mateus, que faz aulas de natação em uma escola próxima à Praça Oswaldo Cruz, saíram da estação-tubo da praça em direção ao terminal, onde ela precisava fazer algumas compras em uma loja de produtos para doces.

“Foi a segunda vez que andamos com o Ligeirão Norte/Sul e ultrapassamos o Pinheirinho/Rui Barbosa. É uma ótima opção para vir para cá, agora só pegarei ele”, disse Silvia.

Mário Santos Maia, que estava indo visitar seu filho em Colombo, na RMC, também elogiou a nova rota do Ligeirão. “Eu entro aqui e vou sentado até o Terminal do Cabral, é bem tranquilo e ágil”, comentou. Mário, que mora próximo ao terminal Pinheirinho, lembra que antes do Ligeirão Norte/Sul ele utilizava a linha Colombo/CIC, que ainda seria uma opção. “Mesmo fazendo baldeação no Cabral para Colombo, eu gosto mais do Ligeirão”, reforçou Mario.


O Ligeirão tem menos paradas, o que garante um ganho de velocidade de 23% em relação ao ônibus parador que trafega na mesma canaleta. O Norte/Sul tem pontos de parada nos terminais Santa Cândida, Boa Vista e Cabral, nas estações-tubo Passeio Público, Central, Eufrásio Correia, Oswaldo Cruz e Bento Viana e nos terminais Portão, Capão Raso e Pinheirinho.

“O Ligeirão Norte/Sul tem trazido mais rapidez nos deslocamentos dos usuários e também desafogou as linhas paradoras, como a Rui Barbosa/Pinheirinho e Santa Cândida/Capão Raso, que estavam sobrecarregadas”, diz o presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs), Ogeny Pedro Maia Neto.

Duas etapas

O 250-Ligeirão Norte/Sul é um dos quatro Ligeirões em operação na cidade – os demais são as linhas 500-Ligeirão Boqueirão, 550-Pinheirinho/Carlos Gomes e 350-Fagundes Varela/Pinheirinho. Além destes, a Prefeitura começou as obras para implantação do Ligeirão Leste/Oeste. A linha Norte/Sul funciona de segunda-feira a sábado, das 5h30 às 20h.


O projeto do Norte/Sul foi implantado em duas etapas. O trecho norte, inaugurado em 2018, contemplava o trajeto de 11 quilômetros entre o Terminal Santa Cândida e a estação-tubo Bento Viana, na Praça do Japão, no bairro Água Verde. O trecho sul, da Praça do Japão até o Terminal Pinheirinho, entrou em operação em 17 de janeiro, com oito quilômetros. Com a conclusão das obras, o Ligeirão, antes denominado Ligeirão Santa Cândida/Pça do Japão, passou a se chamar Ligeirão Norte/Sul.

Comments


Posts em Destaques
Posts Recentes
Arquivos
Pesquise por Tags
Nenhum tag.
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
bottom of page